Publicado por em 10 de Dez de 2014 em Notícias | 0 comentários

A Adega Quinta da Faísca (Favaios), onde são produzidos os vinhos da Secret Spot Wines, acabou de vencer, a nível nacional, o Prémio Best of Wine Tourism 2015, na categoria Arquitetura e Paisagem.

A Adega, cuja construção original remonta a 1946, foi reconvertida de forma a possibilitar a vinificação de pequenas parcelas com o recurso a diferentes estilos de vinificação. Por outro lado, o elemento arquitectónico – construção em dois pisos – tão caraterísticos das adegas durienses, permite deslocar o vinho com o uso da gravidade.

Assinada pelo arquiteto Carlos Castanheira, a adega encontra-se integrada na paisagem, respeitando a envolvente duriense de xisto e granito, conjugada com materiais nobres, como a madeira e o vidro.

Seguindo a mesma filosofia que corporiza o perfil dos vinhos da Secret Spot Wines – singulares, “handcraft” e fruto de um diálogo – a adega da Quinta da Faísca torna-se um lugar inspirador, em que a nova vertente de enoturismo se destaca pelo acompanhamento personalizado aos visitantes.

Vivenciar uma experência sensorial única, onde se compreende o percurso da vinha ao vinho, tirando partido dos cinco sentidos, é o desafio lançado pela dupla Gonçalo Sousa Lopes (eng. agrícola) e Rui Cunha (enólogo). Do sabor ao tato, da visão ao cheiro, e finalmente ao sabor, percorrer esta premiada adega é viver e compreender o vinho.

A ousadia e originalidade deste projecto passa ainda pela decoração usada na nave das barricas, com o recurso à pintura de graffitis, o que cria uma atmosfera urbana que surpreende os visitantes.

Tanto neste como nos restantes espaços é possível, com marcação prévia, a realização de refeições onde se poderá juntar num momento único a gastronomia e os vinhos.

 

Fonte: comunicado do produtor