Publicado por em 29 de Mar de 2016 em Notícias | 0 comentários

Entre o admirável número de medalhas de ouro que os vinhos portugueses arrecadaram na última edição da Mundus Vini estão três que pertencem à PARRAS VINHOS. Lisboa, Alentejo e Douro são as regiões galardoadas, com os seus Reserva Branco 2014 Quinta do Gradil, Reserva Tinto 2014 Montaria e o Grande Reserva Desafinado 2012, respetivamente. Portugal foi o terceiro país mais premiado nesta edição de Primavera 2016, daquela que é já considerada a maior competição de vinhos da Alemanha.

A PARRAS VINHOS, empresa especializada na produção e seleção de vinhos de qualidade, tem vinhas próprias na Região de Lisboa, mais exatamente na Quinta do Gradil. É daqui que saem os Quinta do Gradil, os Castelos do Sulco e os Mula Velha. Mas, para além de terra na Região Vitivinícola de Lisboa, a empresa também é proprietária de uma Herdade no Alentejo, mais exatamente no Redondo. Desta Herdade vão sair em breve alguns vinhos terroir, mas é também por lá que são produzidos outros “alentejanos”, como por exemplo o Montaria agora premiado.

Paralelamente às regiões onde a PARRAS tem propriedade, a empresa é também responsável pela exploração da Casa das Gaeiras, em Óbidos. Através da sua unidade de negócio – PARRAS PARTNERS – tem ainda parcerias com produtores locais de outras zonas vitivinícolas do país, para dar resposta às necessidades globais do mercado. É assim que surge o Desafinado Grande Reserva 2012, do Douro. A equipa de enólogos e viticultores da PARRAS acompanha de perto o trabalho destes produtores locais ao longo de todo o ano, durante o ciclo completo da videira, desde o período de repouso até à época da vindima. É desta forma que a empresa garante a produção de néctares de qualidade superior.